A legislação brasileira permite que o seu financiamento seja transferido de um banco para outro, mesmo quando você já pagou algumas parcelas. Saiba como fazer a portabilidade de financiamento imobiliário.

Você financiou um imóvel a longo prazo, mas quer mudar de instituição financeira? Saiba que isso é possível. Nesse artigo hoje vamos abordar sobre como a mudança de banco deve ser feita. Continue lendo.

 

Leia também: Posso comprar o imóvel na qual pago aluguel hoje?

 

Muitas pessoas provavelmente não sabem sobre a portabilidade de financiamento imobiliário. No entanto, é possível você, inicialmente, financiar um imóvel, tanto residencial, como comercial, com uma instituição financeira e, durante o financiamento, é possível optar por mudar para um banco com taxas de juros menores.

 

Como devo proceder?

Cada banco possui a sua regra, contudo, o BACEN (Banco Central) define as regras gerais. 

 

O cliente deve solicitar um resumo com algumas informações sobre o financiamento contratado, como número do contrato, valor que ainda falta para pagar, taxas de juros e outras informações.

 

Essas informações devem ser repassadas pela instituição financeira assim que o cliente solicitar. Ou seja, se o cliente comparecer na agência bancária, deve sair de lá com o documento. No caso de a solicitação ser por outro canal de atendimento, o prazo é de até 1 dia útil.

 

Em seguida, você deve se dirigir ao banco na qual irá transferir o financiamento. O procedimento em seguida será feito entre ambas as instituições financeiras. Nesse caso, o novo banco entrará em contato com o banco anterior para fazer uma contraproposta, oferecendo condições melhores ou repassar o contrato para a nova instituição.

 

Vale ressaltar que serão mantidos o prazo e o valor original da operação, sendo negociável é apenas os juros. Outro ponto importante é o de que a portabilidade é válida também para pessoas jurídicas, e ainda, o novo banco não é obrigado a aceitar o financiamento.

 

Durante o procedimento de transferência, alguns pontos são obrigatórios e devem ser seguidos pelas instituições financeiras:
  • Não cobrar valores para que seja feita a mudança.
  • É facultativo cobrar uma nova avaliação do imóvel e despesas de cartório.
  • O prazo para o banco antigo transferir os recursos para o novo banco é de 5 dias.

 

Quando não será possível fazer a portabilidade?

Se a pessoa tiver recursos para suportar o financiamento e não tiver com o nome negativo, a transferência poderá ser feita normalmente. Entretanto, há alguns casos em que essa não poderá ser feita:

 

  • Inadimplência
  • Imóvel na planta ou em fase de construção

 

O cliente deve se atentar ao novo contrato para não sair lesado. Nesse caso, a orientação de um profissional especialista em Direito Imobiliário é essencial para auxiliá-lo com o procedimento.

 

📞 Fale com um de nossos especialistas em Direito do Trabalho através do WhatsApp (19) 99951-2096 ou clicando em http://bit.ly/2MV35D8 para mais informações.

 

Essa publicação tem caráter meramente informativa e não substitui a consulta com um profissional.